Facebook - Na Garopaba Instagram - Na Garopaba Whatsapp - Na Garopaba

Nos siga nas redes sociais

Fake Green

n/d  

 

A paisagem agradece a dedicação e preocupação daqueles que pintam de verde tudo que é elemento construído. E pede que parem. Camuflagem que é boa, daquelas que impede bombardeio e tiro de sniper, tem mais de uma cor ou tom de verde. É uma mescla.

Tem o marrom dos troncos, galhos e folhas secas, tem o verde das folhas escuras e o das claras. Um mosaico pixelado em módulos ameboides, um jogo de quebra cabeças embaralhado. Uma cerca na paisagem já é algo destacado pela linearidade que contrasta com as curvas e manchas disformes do ambiente natural. Pintar de verde, o verde que for, sem brilho por favor, até engana de longe.  

n/d

De perto, um horror. Aqui em Garopaba elegeram um verde fosco puxando um pouco para o azulado, está em tudo. Podiam chamar de Verde Garopaba nas cartelas dos fabricantes de tinta. É muro de arrimo, é poste de cerca, é padrão de luz, é tampa de bueiro, coisa mais medonha. De perto, dá calafrios.

 

n/d

Tá te escondendo de quem, diabo? Assume que não és verde, que não fazes fotossíntese. Chegam a pintar de verde os muros de pedra natural da região, o granito, harmônico na paisagem. Postes e muros de concreto, rapidamente ficam encardidos pela umidade e sujeiras, e por toda uma vida que se cria e coloniza esta superfície. Fungos e algas, líquens, vão tisnando, encardindo, sujando, gastando, maculando aquele elemento limpo, perfeito, imaculado, tão alheio à natureza, e esta se apropria do intruso.

 

n/d

A natureza é manchada e surpreende, varia conforme o tempo. A terra seca tem uma cor, e molhada, outra. A casca das árvores e folhas no chão idem. Prefiro um buxinho podado e uma topiaria à um poste verde. Um é autêntico, fruto de um esforçado ser humano tentando domesticar um vegetal, onde tenho pena do vegetal e compreendendo o humano. Já o outro, o camuflado e sorrateiro poste, faz um dano terrível. É um terrorista, ataca o nosso senso estético e cultural. Espalha a boa nova que nós colonizadores somos do bem, e que nossa varíola é boazinha... Se é boazinha, por que disfarçou.

Entre as 10 perguntas que mais me fazem: de que cor pinto este poste? ... Repito sucintamente, imita a natureza. Cinza encardido, cor de casca de árvore. Marrom acinzentado, cor da sujeira. Trabalha no jardim um tempo, não lave as mãos, vá na loja de tintas e pega o catálogo, vai encontrar uma amostra legal.

 

 

n/d

Não quer errar? Quer deixar o mais apagado e neutro possível, tira a luz e deixa na sombra, na escuridão o elemento. Pinta de preto ou grafite escuro fosco e deixará aquilo que não queremos destacar num segundo plano. Como se uma árvore o sombreasse, mostrando quem é o ator principal. Tem dúvidas, não concorda? Beleza, vai no Google: Casacor, Mostras de Decoração, Casas dos Sonhos, etc..., e busque este verde. Se encontrar, é porque o Terrorismo que falei é mais preocupante ainda, está entranhado no poder.

 

 




Central de Atendimento:
(53) 981-55-32-93

Formas de Pagamento:

Cartões de Crédito

Site Seguro

Site Seguro Segurança PagSeguro Uol

Na Garopaba - Todos os direitos reservados

Produzido por: PluGzOne - Criação de Sites e Desenvolvimento de Sistemas Web em Pelotas, RS